Peninha em Sir Peninhoé

Da série de sátiras do Peninha, esta história de 1983 é uma brincadeira com o romance da literatura Ivanhoé.

Papai era fã de literatura clássica, antigas histórias de cavalaria e aventura, e recomendava sua leitura a todos os que desejam escrever boas histórias.

Outra paixão dele eram os cavalos, com os quais esteve às voltas durante sua infância. A dica que o Bobo Bamba (Donald) dá a Sir Peninhoé, de nunca se aproximar por trás de um cavalo, é muito válida. Quem disse que não se aprende nada de prático lendo quadrinhos?

Sir Peninhoé é um cavaleiro que não consegue se manter em cima de um cavalo, nem mesmo sobre o cavalinho de cabo de vassoura de seu sobrinho, numa alusão a Pena Kid, O Vingador do Oeste.

O enredo se baseia principalmente no fato que o personagem principal não consegue ficar montado, e nas muitas quedas do cavalo, uma mais espetacular e hilária que a outra, e talvez por isso mesmo “funcione” tão bem. É impossível ver o peninha e não pensar em trapalhadas. Basicamente, é o que se espera dele.

A “canção de abertura” tem uma melodia, que papai me ensinou, e da qual lembro até hoje. É pena (ou talvez não, rs) que não sei como inserir uma gravação de áudio aqui. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s