O Caso das Quatro Manchas

Na revista Almanaque do Mancha Negra, de 1984, encontramos duas histórias de papai.

A primeira é “O Caso das Quatro Manchas“, claramente inspirada em livros policiais e de mistério, como “O Caso dos 10 Negrinhos”, de Agatha Christie.

E esta história tem realmente todos os elementos de um bom mistério policial, desde a ameaça do Mancha Negra, pelo envio de quatro borrões aos seus inimigos, até o suspense eletrizante e o desfecho surpreendente, onde o verdadeiro rosto do vilão é finalmente revelado.

Mancha negra

Parece que, com o tempo, papai pegou o jeito das histórias do Mickey, adaptando-as ao seu estilo. Esta história não deve nada aos próprios clássicos da literatura policial, de mistério e de suspense.

A outra história de papai nesta revista, “O Invencível Mancha Negra”, publicada originalmente em 1974, também é um belo exercício de criatividade.

Nela, papai apela à inteligência dos leitores que, se forem atentos, perceberão que o comportamento do Mancha durante os assaltos parece meio “engessado”.

Ao final, a surpresa: o “Mancha Invencível” é na verdade um robô, criado pelo vilão para praticar crimes em seu lugar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.