Amor, A Quanto Me Obrigas

Nesta história de 1973, o Professor Pardal resolve criar uma companheira para o Lampadinha, a Laurinha Filamento.

Esta é a primeira vez que Laurinha aparece numa história, indicando que também este personagem foi criado por papai, entre tantos outros.

O enredo é bastante simples: primeiro o Lampadinha está desanimado demais para trabalhar, ajudando o Pardal nas invenções, e depois está apaixonado demais para trabalhar.

Interessante é que duas coisinhas eletrônicas tão pequenas, de circuitos aparentemente simples (eles têm transistores, como antigos rádios de pilha, imaginem), são capazes de toda uma gama de sentimentos e comportamentos complexos.

Para haver também um pouco de ação na trama, papai adiciona um enfrentamento com o Professor Gavião, que sequestra a Laurinha, mas não é páreo para o Lampadinha.

História simples, singela, romântica, e cheia de ação e aventura. Precisa mais?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s