Zé Carioca Na Avenida

História temática de Carnaval do Zé Carioca, publicada oportunamente pela primeira vez em fevereiro de 1980. Nosso herói se vê às voltas com a possibilidade de realizar um sonho, o de ser um carnavalesco consagrado. (Na Cabalá, antiga interpretação mística que os judeus fazem de seus textos sagrados, diz-se que três tipos de sonhos se realizam: aqueles que se têm logo antes de acordar, os que são sonhados por mais de uma pessoa ao mesmo tempo, e aqueles que têm sua interpretação contida em si mesmos).

ZC sonho

No caso do Zé, é algo que ele estava sonhando logo antes de ser acordado aos berros pelo Nestor, que avisa que um carnavalesco famoso está esperando para falar com ele. “Joãozinho Quarenta” (Joãozinho Trinta), da escola de samba “Bem te vi” (Beija Flor) vem pedir ideias, enquanto espiões da escola de samba “Pulgueiro” (Salgueiro) se intrometem.

ZC fantasia

No final o Zé recebe a homenagem que sonhou, mas não exatamente da maneira que queria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s