O Museu De Cera

História do Tio Patinhas, publicada pela primeira vez em agosto de 1977.

A diretora do Museu de Cera de Patópolis inaugura a estátua do Tio Patinhas, e a Maga Patalójika fica absolutamente furiosa de despeito com isso.

Maga brava

Nem mesmo o “saquismo” do corvo, falante como O Corvo de Edgar Allan Poe, consegue acalmar a bruxa, que parte para a cidade na intenção de estragar a inauguração e de quebra roubar a moedinha Número Um. Até aí, nada de muito novo.

Interessante é o uso que os Sobrinhos fazem das leis da física para pagar a magia da Maga na mesma moeda.

Mais interessante ainda é que a bruxa dá vida às estátuas de cera, mostrando que o filme “Uma Noite no Museu” tem por onde puxar. Desde Michelangelo, quem nunca sonhou em ver seus objetos inanimados preferidos tomarem vida?

Maga museu

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s