O Grande Golpe

História dos Irmãos Metralha, publicada pela primeira vez em 1974.

Cansados de só dar golpes “pé de chinelo” que ainda por cima terminam com a prisão deles, os bandidos resolvem se regenerar, só que não. A ideia é fazer todos em Patópolis pensarem que eles se cansaram da vida de crimes, apenas para melhor poder atacar a Caixa Forte do Tio Patinhas e praticar um grande roubo.

Mas é claro que o pato mais rico do mundo nunca baixa a guarda, e os irmãos do mal acabam presos mais uma vez.

O detalhe curioso desta história é a menção ao Vovô Metralha, cuja imagem aparece num cartaz que o Intelectual 176 mostra aos irmãos. Este que está na foto é muito parecido com o Vovô Metralha original do Carl Barks:

Vovo Barks  vovo cartaz

Mas o Vovô que aparece na maioria das outras histórias de papai é bem diferente:

vovopirata

É por isso que eu propus a existência de dois avôs para os Metralhas. Um norte americano (estadunidense), criado pelo Barks, e o outro brasileiro, criado por papai. Todo mundo tem (ou teve, ou deveria ter) dois casais de avós. Por que seria diferente com os Irmãos Metralha?

Anúncios