Pateta Olímpico – Vamos Todos A Munique

Continuando esta série de 1972, uma vez terminadas as competições de classificação em Patópolis, é chegada a hora de partir para Munique.

Só quem sabe fazer fuxicos de tecido vai entender de verdade como os elementos desta série são “costurados” por papai em um todo coeso. Ele primeiro vai “aplicando pontos” que não parecem ter muito propósito, mas é só quando se “puxa a linha” no final que a costura passa a fazer sentido.

Um exemplo disso é a implicância do Mickey com o Pluto, logo nos primeiros quadrinhos desta, e depois ao longo de todas as histórias passadas na Alemanha. É que o cachorro do Mickey, juntamente com um cachorro “salsicha” (Dachshund) que ele conhece nas ruas alemãs passa a ser um elemento recorrente que vai ajudar inclusive no desfecho da aventura toda.

Enquanto isso, a adulação do povo de Patópolis fez a “glória” subir à cabeça do Pateta. Ele realmente passa a acreditar que é uma grande estrela dos esportes, e começa a fazer mil exigências, como um avião especial e uma torcida uniformizada com camisetas personalizadas. Além de ser algo muito engraçado, pelo ridículo da coisa, isso também tem um propósito na nossa “colcha de fuxicos”, que é o de fazer o Tio Patinhas tirar também ele algum dinheiro do próprio bolso, além daquele que ganhou na aposta com o Patacôncio. Assim ficamos quites, e nenhum magnata é explorado demais.

TP $

Interessante é o design do avião do Tio Patinhas: o compartimento de bagagens parece ser uma continuação da cabine dos passageiros, permitindo assim que o Pluto se esgueire para dentro do aparelho e viaje como clandestino sem correr o risco de morrer congelado por conta da altitude. Em quadrinhos, tudo dá-se um jeito.

Após o pouso a turma resolve dar um “choque de realidade” no Pateta, e o “ataque de estrelismo” passa. É aí que o Mickey cita a célebre frase atribuída ao Barão de Coubertin: “o importante é competir”. Mas quem leu os textos que contam a história das Olimpíadas nas outras partes desta revista já sabe que na verdade quem disse isso foi o bispo da Pensilvânia nos Jogos de Londres, em 1908.

Pateta competir

Convenientemente, a tocha olímpica ainda não chegou à cidade e assim a turma tem algum tempo para descansar e fazer turismo. Aqui aprendemos que o Donald sabe falar alemão, ou pelo menos fez algum curso do idioma antes de chegar lá.

Donald alemao

E é assim que Donald e Margarida “topam” com o Gastão, que numa rara maré de azar está fazendo um bico de taxista até a sorte voltar. E aqui o caldo engrossa: numa reviravolta na trama, até agora leve e divertida, temos o Gastão mencionando pela primeira vez o possível roubo da tocha olímpica, a princípio como uma invenção, uma “mentirinha” para justificar o trabalho de taxista sem precisar admitir que está numa maré de azar.

Há quem diga que este episódio do roubo da tocha, que veremos em mais detalhes amanhã, é “profético”: na tentativa de adicionar drama ao enredo, numa triste coincidência papai acaba “ecoando” por uma antecipação de alguns meses os terríveis acontecimentos da Olimpíada de Munique verdadeira, o atentado terrorista que ficou conhecido como o Massacre de Munique, quando 11 membros da equipe olímpica de Israel foram feitos reféns e covardemente assassinados pelo grupo terrorista palestino denominado Setembro Negro.

Enfim. Entre as reviravoltas da sorte do Gastão e os passeios da turma por Munique, o Mickey acaba avistando o Mancha Negra de sua janela no hotel, e o que à primeira vista parecia ser apenas uma invenção do Gastão vai tomando corpo dentro da trama.

E não esqueçam de dar uma olhadinha no meu livro, lá na Amazon.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s