Sauna, Suor E Lágrimas

História do Peninha contra o gato Ronron, publicada pela primeira vez em 1984.

O nome da história é derivado de uma frase retirada de um discurso de Winston Churchill, no qual ele conclamava os ingleses ao sacrifício na Segunda Guerra Mundial (“só tenho a oferecer sangue, sofrimento, lágrimas e suor”), e que no Brasil, se não me engano, virou até letra de samba. O fato é que esta frase, e o sentimento de sacrifício que ela representa, marcou muito o imaginário coletivo do mundo ocidental nos anos do pós guerra.

Já as saunas em geral são derivadas de uma antiga tradição que remonta aos tempos dos antigos romanos, que passavam muito mais tempo por dia imersos em água do que todos os outros povos antigos… juntos. Elas já foram bastante populares no Brasil, antes de entrarem em decadência e ficarem com má fama.

O Peninha é o tipo de aloprado que não perde a esperança de dar certo na vida um dia, e por isso vive iniciando novos negócios que nunca dão certo, e na maioria das vezes nem é por culpa dele. Desta vez o Ronron, com sua ideia fixa por peixes, é o principal vilão da história.

Enquanto o Donald e o Peninha são primos e se adoram, o mesmo não pode ser dito do “relacionamento” entre Peninha e Ronron. Nenhum dos dois vai com a cara do outro. O Peninha, aliás, tem verdadeiro pavor do Ronron, e não sem motivo.

Nesta história até o Donald tem de reconhecer, depois de finalmente flagrar o gato na sauna, que seu primo tem razão em não gostar de seu animal de estimação. O bichano ouviu falar em “aquário” (que é apenas mais um dos equipamentos de uma sauna), e imediatamente o associou com “peixe”, é claro.

Ronron sauna 1

O mais engraçado da história toda é que o Ronron não faz, em momento nenhum, nada que um gato de verdade não faria, exceto talvez mergulhar na piscina em busca dos tais peixes que ele acredita haver lá e morder algumas patas de alguns patos.

Ronron sauna

O resto, como se esgueirar sorrateiramente, passar por entre as pernas das pessoas tão rápido que nem é visto, ou tentar se esconder nos lugares mais inesperados, é coisa que qualquer dono de gato vai reconhecer na hora, e rolar de rir.

Peninha sauna

A piada interna fica por conta de um cartaz de propaganda da sauna no primeiro quadrinho, que mostra o “antes” e o “depois” de um suposto frequentador: o gordinho é o Acácio Ramos, um colorista que era muito querido por todos no estúdio.

Herrero sauna

E não esqueçam de ir dar uma olhadinha no livro de papai, lá na Amazon.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s