Tempo De Páscoa

História do Tio Patinhas, de 1973.

O personagem principal é certamente o velho muquirana, mas quase toda a turma de Patópolis aparece ou faz uma pontinha, principalmente no papel de consumidores de ovos de páscoa no caótico comércio patopolense.

Como era de se esperar, o único que não comprou nenhum ovo de chocolate foi o Patinhas, e A Patranha, jornal do Patacôncio, faz questão de transformar esse fato em sua manchete para o feriado. O problema é que todos os ovos de páscoa da cidade são fabricados pelo Patacôncio, e o Patinhas não está lá muito disposto a dar dinheiro à concorrência.

Mas não há mão fechada que aguente uma provocação dessas, e o pato quaquilionário manda então buscar em Cisnópolis (Patópolis é a cidade dos Patos, e há na região também uma Gansópolis, dos gansos, e agora também uma Cisnópolis para os cisnes) 10 mil ovos de chocolate, que ele promete distribuir às crianças da cidade.

Patinhas pascoa

A notícia inédita de que o Patinhas vai dar alguma coisa atrai alguns milhões de crianças, saídas sabe-se lá de onde, mas também chama a atenção de alguns bandidos, mais exatamente os Irmãos Metralha e a Maga Patalójika.

Patinhas pascoa1

O tema recorrente na história é o caos urbano causado pela época festiva: as lojas cheias, pessoas se acotovelando por um ovo de páscoa, e a invasão dos jardins da Caixa Forte pela turba indócil.

E no meio disso tudo estão os bandidos. Os Metralhas tentando roubar algum dinheiro e a Maga atrás, como sempre, da Moedinha Número Um. Apesar da confusão, ou talvez exatamente por causa dela, todos chegarão até bem perto de seus objetivos, mas sairão perfeitamente frustrados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s