A Minha Vida É Um Circo

História do Supepateta, de 1976.

A história gira em volta do que poderia acontecer pela combinação de superamendoins com elefantes, basicamente. É também uma comédia de erros, onde o Pateta tenta a todo custo recuperar seus amendoins, enquanto se esforça para evitar que os elefantes os comam e vai se envolvendo cada vez mais com os funcionários do circo, até virar palhaço e inclusive participar do espetáculo, meio sem querer.

O que não fica explicado é como é que o Pateta sabe reconhecer os superamendoins no meio de todos aqueles amendoins comuns. Terão eles uma casca mais dura, talvez? Será que é por isso que ele os engole inteiros? Talvez uma explicação não seja realmente necessária, e tentar explicar certamente atrapalharia o bom andamento da história, então vamos deixar como está.

Para os que objecionam o uso de animais em circos, é preciso explicar que nos idos dos anos 1970 essa consciência não existia, e a prática de adestrar animais de grande porte para as apresentações era vista como algo natural.

pateta palhaco

Já o nome do palhaço do circo é sugestivo: afinal, “Paçoca” é um doce feito de amendoim. É também, um nome comum para palhaços em geral.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s