Penso, Logo Existo

Esta é uma criativa história de ficção científica e mistério que escolhi especialmente por ser uma colaboração entre os irmãos Ivan e Luiz Saidenberg, no argumento e desenhos, respectivamente.

Mas tenho poucos detalhes técnicos sobre ela. Pelo rodapé das páginas, sei que foi publicada na revista “O Sobrenatural”, não sei de qual editora, da página 9 à 23. Mas tenho apenas as folhas soltas da história na coleção que herdei de papai, sem capa, nem número da revista, ou mesmo o ano. Por dedução, tenho motivos para crer que ela foi escrita nos anos 1960.

Minhas buscas na Internet não revelaram mais nada (não, não é a revista de quadrinhos de terror “Sobrenatural” que está na Wikipedia e que foi publicada de 1979 até os anos 1980). Este material é anterior, e de qualquer maneira, em 79 papai já estava trabalhando com as Disney há anos.

Mas como eu disse no começo, esta história é muito criativa. O personagem principal existe em duas “dimensões” ao mesmo tempo, numa trama que mistura ficção científica com aventura e mistério, e uma pitada de terror. Junte-se a isso o genial desenho de meu tio, e temos um projeto realmente interessante.

Numa das dimensões, ele é um alienígena de nome impronunciável, benévolo presidente de um planeta numa galáxia distante. Mas nem tudo é flores nos confins do universo: a desigualdade social existe, e isso está levando a uma sangrenta revolução, apesar dos esforços do presidente para sanar a situação e dar uma vida melhor para a população menos favorecida por meio de seus decretos, enquanto a oposição incita o povo contra ele.

(07/06/14 – Nas anotações que ele deixou encontrei a seguinte citação, feita em Dezembro de 1978: “Editora Outubro – Terror – 1961”. Desse modo, cai por terra a minha teoria que esta história pudesse ter sido escrita ou concebida logo após o golpe militar de 1964. Ainda assim, os problemas sociais na galáxia distante são bastante parecidos com os do Brasil, e a noção do presidente benevolente derrubado por um golpe de estado se assemelha bastante à história do Presidente João Goulart. Seria esta história uma premonição do que iria acontecer com o país meros três anos depois?)

Na nossa dimensão ele é o “Sr. Silva”, paciente de uma instituição psiquiátrica, onde é mantido em camisa de força e sob o efeito de calmantes por causa de seus “ataques” e “visões”. A cada vez que o habitante da galáxia distante sofre algum revés ou ferimento, ficando entre a vida e a morte, ele “acorda” na terra, como se de um delírio. O alienígena não parece ter consciência da existência do Sr. Silva, mas o terráqueo sabe, por meio das “visões”, da existência do presidente planetário. Mas ele não sabe se decidir a respeito de qual é a realidade “certa”.

No final, mais do que a revolução espacial ou uma possível loucura, nosso herói terá de decidir quem e o que ele realmente é, quais dos seus pensamentos representam a sua verdadeira existência, e qual o seu verdadeiro lugar no universo.

A história é tão boa, a cópia que tenho está tão maltratada, e ao que parece tão pouca informação sobre a publicação existe, que eu a reproduzo aqui na íntegra, na esperança que algum internauta mais conhecedor que eu possa acrescentar os detalhes técnicos que me faltam. Boa leitura!

PE01

PE02

PE03

PE04

PE05

PE06

PE07

PE08

PE09

PE10

PE11

PE12

PE13

Anúncios

2 opiniões sobre “Penso, Logo Existo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s