Cavalheiros do Ar

Além de histórias de terror, papai também escrevia histórias de guerra, antes começar a trabalhar com quadrinhos infantis. Desta vez apresento uma história publicada na Revista Combate número 5 da Editora Taika, de 1971.

Os créditos no primeiro quadrinho mencionam que esta é uma adaptação de “um diário de guerra”. Muitas das histórias de papai sobre este tema são adaptações desse diário, embora eu não saiba exatamente que publicação é essa. Não há créditos ao desenhista, mas no canto inferior direito do primeiro quadrinho da última página há um discreto “J”, que pode ser uma inicial do Ignácio Justo.

A Capa é dele, sem dúvida:

Combate 5

A história narra um possível episódio de combate aéreo da Primeira Guerra Mundial, talvez verídico, mas provavelmente fictício entre um piloto inglês, de nome William Forbes e um piloto alemão, chamado Ernest Schultz. Entre um habilmente desenhado “Dogfight” e outro nos céus da Europa, os dois pilotos inimigos acabam forjando um “quase relacionamento” baseado em honradez e retidão de caráter. Estão lutando por lados opostos do conflito, mas não se odeiam: estão apenas cumprindo os seus papéis, dadas as circunstâncias. Mas antes de serem soldados, são homens de verdade, e por isso têm a hombridade de se respeitar mutuamente.

Cav1

Cav2

Cav3

 

Cav4

Cav5

Cav6

Cav7

Cav8

Cav9

Cav10

Cav11

Cav12

Anúncios

2 opiniões sobre “Cavalheiros do Ar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s