Turistas Em Férias

História do Zé Carioca, criada em 1973 e publicada em 1974.

Zé e Nestor estão viajando a pé, já que a grana para a condução é curta, e acabam indo parar num estradão no meio do nada nos confins do Brasil.

Quando finalmente passa uma boiada pelo estradão, os dois amigos acreditam ter encontrado uma solução para seus pés cansados, mas nem tudo é o que parece ser. Em todo caso, a oportunidade de percorrer alguns quilômetros a cavalo e a promessa de um bom pagamento são tentadoras demais para recusar.

A menção da cidade de “Ourofino” pode ser uma alusão à cidade mineira de Ouro Fino, ou a um arraial em Goiás, e é certamente uma referência a antigas canções sertanejas como “Chico Mineiro” e “Menino da Porteira“, que citam a cidade de Ouro Fino e a estrada que leva os viajantes até lá.

ZC ourofino

É quando eles chegam à porteira na estrada para Ourofino que o caldo entorna e a nossa até aqui pacata história sofre uma reviravolta, com os nossos inocentes amigos quase sendo presos como ladrões do gado que estavam conduzindo.

O mal entendido, é claro, é logo desfeito e tudo acaba genuinamente bem para os nossos heróis, algo que na verdade é raro nas histórias de papai. Eles até ganham uma recompensa e o cavalo, emprestado, para chegar até Ourofino.

Outra coisa que papai usava muito em suas histórias é a “cena de briga” composta apenas por onomatopeias e algumas outras poucas coisas. Isso satisfaz o estilo Disney, que não permite muita violência, enquanto deixa o leitor imaginar a briga do jeito que achar melhor.

ZC ourofino briga

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s