É A Fase…

História do Biquinho, publicada pela primeira vez em 1982.

É verdade que o Biquinho não tem parada, mas o problema de muitos pais é tentar bancar os psicólogos de seus filhos e se fiar demais nas teorias dos livros, ao invés de simplesmente ter jogo de cintura e ir negociando com a criança à medida que novas situações vão surgindo. (O problema de outros pais é não saber nadinha de psicologia infantil e nem ter jogo de cintura, tratando os filhos às turras, mas isso são outros quinhentos).

Biquinho nao

O livro em questão nesta história, é “Meu Sobrinho, Meu Tesouro”, uma brincadeira com o livro “Meu Filho, Meu Tesouro”, lançado em 1946. Ele é uma espécie de manual de cuidados básicos com nenês e crianças pequenas, ensinando coisas como amamentar, trocar fraldas, dar banho, etc, além de conselhos de boa educação e convivência entre pais e filhos, de cunho marcadamente psicológico.

livro meu filho

O tema “psicologia”, nesta história, é uma brincadeira com um primo querido de papai, que é um excelente psiquiatra, e com a esposa dele na época, uma também excelente psicóloga. Papai considerava que um dos perigos da psicologia é uma certa tendência que existe de se tentar usar as teorias para adivinhar o que se passa na mente de uma pessoa, ao invés de simplesmente ouvir e analisar.

É o que acontece aqui: no afã de tentar “vestir” no Biquinho uma “fase” (o que talvez pudesse dar a ele algum controle sobre o comportamento do patinho), o Peninha se embrenha demais nas teorias e se esquece de simplesmente ser um tio atencioso. Bastaria ele tirar os olhos do livro um pouco, e prestar atenção no sobrinho.

Convencido de que o Biquinho estaria na “fase do não” e desejoso de confirmar a teoria, o Peninha vai “testando” o sobrinho na esperança de ouvir um único “não” (em termos científicos, ele está tentando fabricar evidências para provar sua tese), enquanto não percebe que todos os “nãos” da história são ditos por ele mesmo. O Biquinho é apenas um patinho cheio de energia que só quer brincar e se divertir.

Biquinho nao1

 

PS: Alguém transformou esta história em vídeo (um slideshow, na verdade) e colocou no YouTube, vejam aqui que interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s