Ronrom Ataca De Surpresa

Esta história do Peninha “faz par” com outra, ambas escritas em 1972. Enquanto a primeira foi publicada já em 1973, esta só foi impressa em 1978.

Quem diria, o Peninha, além de super herói, é também agente secreto. E o mais engraçado é que o seu parceiro e ajudante é ninguém menos que o Ronrom. A “agência secreta” neste caso é chamada de “Surpresa: Superintendência Regional de Preços, Serviço Autônomo”, um mero órgão fiscalizador de preços que se vale de ficais disfarçados para não chamar a atenção.

Hoje aprendemos que Patópolis tem uma espécie de “mercadão”, um local de comércio atacadista da cidade conhecido como Pataca, certamente porque é ali que muitas Patacas Patopolenses trocam de mãos todos os dias.

Nossos fiscais secretos estão ali, curiosamente disfarçados de babá e bebê, por causa de denúncias de irregularidades numa empresa chamada “Bafesto S.A.” os donos são João Bafo de Onça e João Honesto, e o nome da empresa é um anagrama dos nomes deles. Os carregadores, por coincidência ou não, são muito parecidos com os Irmãos Metralha. Será que se regeneraram todos?

Enquanto o pato está fiscalizando os preços e tentando entender o que está errado com a empresa atacadista, o gato chega a ter pensamentos menos nobres. A intenção dele, como assistente de agente secreto, é “fiscalizar” os peixes do mercado. Mas seus planos são bruscamente interrompidos quando o Peninha é descoberto e sequestrado pelos bandidos, que estão praticando contrabando, não comércio. Seu chefe é o Porcolino Leitão, que até tenta bancar algo parecido com o Grande Bronka, mas sem sucesso algum.

Peninha Surpresa

Nesse momento, o gato é encorajado por sua consciência (gatos têm isso??) a deixar os peixes e os pensamentos mais egoístas para lá e tentar salvar o amigo. Se bem que essa consciência de gato não é lá muito santa…

Peninha Surpresa Ronrom

A partir daí o Ronrom se transforma no personagem principal da história, agindo sozinho e desencadeando uma série de acontecimentos na qual uma coisa leva à outra, o que leva os bandidos a acabarem na cadeia quase por si só. Quem diria que um mero gatinho seria capaz de tanta coisa?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s