Só Invente Se For Inventor

História do Professor Pardal, de 1974.

A ideia, aqui, é explicar exatamente como e porquê o Professor Gavião, apesar de todo o seu maquiavelismo, nunca vai chegar a ser um grande inventor. Ele até que tenta, mas seus inventos “autorais” são perfeitamente inúteis, como a máquina de alimentar sapos, ou a armadilha para pulgas que precisa que a bichinha seja colocada sobre uma plataforma na esperança de que fique quietinha no lugar para receber uma martelada.

inventor

Esta é uma antiquíssima piada de português, que papai costumava contar. É mais ou menos como a receita para se pegar jacarés com um binóculo, pinça e caixa de fósforos. A graça toda da coisa reside no absurdo da situação.

Mas, como todo “bom”, quer dizer, mau, bandido Disney, ele não vai desistir tão fácil e começa então a usar inventos roubados do Pardal para roubar mais inventos do Pardal. Nem o Lampadinha escapa da onda de roubos, e é reprogramado para levar ao Gavião os projetos mais secretos e valiosos de seu arquivo.

inventor1

Em todo caso, como sempre, as máquinas fazem o que você as programa para fazer, não o que você quer que elas façam. Como último recurso, o bandido inventa uma cópia mal feita do Lampadinha, o Lampadosa, que também envia ao laboratório do Pardal para roubar. Mas também este autômato segue as ordens ao pé da letra, com resultados desastrosos para o vilão.

A piada recorrente e “fio de puxar” aqui é a presença do “Metralha robô”, construído pelo Gavião com base num projeto do Pardal. Apesar de funcionar até que bem o invento será de pouca valia para o bandido, e como todo bom monstro, voltará para se vingar no final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s