É Duro Ter Cartaz!

História do Zé Carioca, de 1974.

A expressão “ter cartaz”, em português, significa ter fama, ou prestígio. Que o Zé é famoso todo mundo sabe, mas por que isso deveria ser “duro” (no sentido de difícil)? Na verdade, estamos diante de um trocadilho. A história, de apenas três páginas, é na verdade uma peça promocional para o Manual do Zé Carioca, cujo tema é futebol, e o “cartaz” é de papel, mesmo.

Observe-se o gibi aberto jogado ao lado da cama do Zé no “splash panel”. Nas histórias de papai o papagaio malandro é fã de quadrinhos. Isso terá consequências, ao longo dos anos.

ZC cartaz

A princípio o leitor não sabe por quê o nosso amigo papagaio precisou acordar cedo e sair com um rolo de cartazes e um balde de cola pela cidade, nem que cartazes são esses. E à medida que o dia passa, o Zé não encontra nenhum lugar para colá-los. Todos os muros, cercas e paredes têm algum tipo de aviso de proibição, ou há um guarda por perto. Isso, é claro, só serve para aguçar ainda mais a curiosidade do leitor. O pior é que, quando ele finalmente encontra um lugar onde outros cartazes já estão colados, a poluição visual é tanta que ele até desiste.

Mas a pergunta que se faz necessária, aqui, é: quem precisa ver esse cartaz? Os outros personagens habitantes da história em quadrinhos, ou o leitor, que é quem vai comprar o Manual anunciado neles? E se é só o leitor quem precisa ver, importa, realmente, em qual lugar da história eles serão colados? Desde que o Zé, como bom moço que é, não desobedeça nenhuma proibição, ele pode colocá-los em qualquer lugar no qual o leitor os possa ver.

ZC cartaz1

Aliás, as mensagens de alguns dos cartazes já colados pela cidade são hilárias, e representam uma crítica ao mundo da publicidade e ao consumismo desenfreado. “Você já foi à Bahia?” é o nome de um dos primeiros filmes do Zé Carioca, de 1944, e “Coma e engorde” é uma alusão a um antigo livro de receitas dietéticas chamado “Coma e Emagreça”, que tínhamos em casa. O resto são absurdos e trocadilhos, falsas promoções e chamarizes um tanto dúbios.

****************

E não é só o Zé que está vendendo livros. Eu também estou. Minha biografia de papai está à espera de vocês nas melhores livrarias:

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Amazon:http://www.amazon.com.br/Ivan-Saidenberg-Homem-que-Rabiscava/dp/8566293193/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1427639177&sr=1-1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s