O Colete-Ladrão

História do Sr. X e seu bando, de 1975.

A maior característica “do mal” do Sr. X é a sua megalomania. Seu maior sonho, que nunca se realizará, é claro, é conseguir ser reconhecido e temido por todo o mundo como o “Rei do Crime”. Já a segunda maior de suas características do mal é aquela que impede que seus golpes deem certo: a total falta de cumplicidade com aqueles que deveriam ser seus cúmplices, os membros do seu bando, os baixinhos X-1, X-2 e X-3, e o corvo X-8.

O plano da vez não é ruim, e gira em torno de um dispositivo inventado por ele, um disfarce na forma de uma espécie de barriga falsa com um buraco, que se veste como se fosse um colete à prova de balas, ou algo do tipo. O truque é usar braços falsos nas mangas do casaco, e usar as mãos de verdade de um modo que não atraia a atenção para cometer crimes.

Sr X Colete

E a coisa toda só não dá certo porque o vilão insiste em não explicar o plano todo aos seus asseclas, deixando-os no escuro quanto aos detalhes. O problema é que ele vê a si mesmo como alguém muito superior, em inteligência e astúcia, aos outros. Os trata como empregados, meros serviçais, e indignos de sua suposta genialidade maléfica. Isso gera um conflito entre o bando e seu chefe, que sempre acaba estragado a execução dos planos.

Sr X Colete1

O nome do dispositivo é Colete-Ladrão. Não importa se o colete em si, mero objeto inanimado, não rouba nada, mas é usado para que se roube através dele. Esse é o nome que papai quis que o Sr. X escolhesse para o objeto, e eu me lembro que ele ficou muito chateado quando, em 1980, alguém lá na Abril resolveu mudar o nome da história para “O Colete do Ladrão”; e sem consultá-lo, ainda por cima. Ele esbravejou bastante em casa quando contou para mim o “absurdo”, protestou na redação, tentou explicar o seu ponto de vista, mas a julgar pela lista de republicações no Inducks, não foi atendido. Algum “expert” achou que o segundo nome está mais “correto”, sem consideração nenhuma ao autor, e assim ficou.

Fica então o pedido, se alguém algum dia resolver publicar essa história de novo: o nome dela é “O Colete-Ladrão”, e nenhum outro. Por favor, publiquem a história com seu nome original. É o mínimo que se pode fazer pela memória de um gênio.

****************

Querem ler um livro legal? Minha biografia de papai está à espera de vocês nas melhores livrarias, não percam:

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Monkix: http://www.monkix.com.br/serie-recordatorio/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-serie-recordatorio.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s