Metralhas Em Gaitux

Esta história foi criada em 1978, e publicada pela primeira vez em 1981.

Gaitux é um planeta onde dinheiro cresce em árvores, mas não é tratado como dinheiro, e sim como comida. Acessível por um aparelho criado pelo Professor Pardal que mais parece um cruzamento entre uma TV e um antigo Flash em formato de cubo para máquinas fotográficas, o lugar é um paraíso para seus habitantes e um inferno para os gananciosos.

cuboflash

Este conceito foi criado no exterior em 1968, principalmente como um tormento para o Tio Patinhas. A ideia seria forçá-lo a ver o dinheiro de um modo diferente, como uma “riqueza” que é menos financeira, mas nem por isso menos importante. Afinal, por mais dinheiro que uma pessoa tenha, ela não pode comê-lo diretamente: terá de dá-lo a algum agricultor em troca de comida de verdade. Então, o que vale mais, no fim das contas?

Mas a verdade é que o Patinhas não é o único ganancioso de Patópolis, e nem mesmo o pior deles. Daí que papai teve a ideia de enviar os Metralhas a Gaitux, para mais um roubo frustrado. Aproveitando uma ausência do Pardal, os ladrões invadem o laboratório e roubam o aparelho, pensando se tratar de uma televisão comum.

Metralhas Gaitux

O dilema aqui é estendido aos Metralhas, que logo se deparam com uma situação delicada: estão com fome, em um planeta estranho, onde não há comida para humanos. Para piorar, a única saída de lá é pelo aparelho do Pardal, o que torna a sua captura e retorno à Terra uma questão muito fácil para o inventor e a polícia.

Metralhas Gaitux1

Para finalizar a história, papai usa mais uma das premissas do conceito original: as pessoas costumam supor que o solo é apenas um meio onde crescem as sementes, dando a estas toda a importância e subestimando o valor do outro. Ao verem as moedas germinarem e se tornarem árvores de dinheiro em Gaitux (o planeta da “gaita”, um sinônimo de dinheiro), os forasteiros logo pensam que elas são algum tipo de semente, que eles podem trazer e plantar aqui. Ledo engano.

Papai tinha por uma de suas metas fazer pelo menos uma história com cada um dos personagens Disney existentes que ele conseguisse identificar, fossem eles conhecidos ou não do público brasileiro. Esta história é mais um esforço nessa direção.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a ler minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias, não perca:

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Monkix: http://www.monkix.com.br/serie-recordatorio/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-serie-recordatorio.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s