Cachorros E Cachorradas

História do Tio Patinhas, de 1972.

Além do Primo Nadinhas, parece que o Patinhas tem mais alguns primos pobres, incluindo um certo Harpagão Mac Shato, um chato que é a ovelha negra da família e filante pedinchão que jamais conseguiu poupar um tostão… “apesar de seu nome”, nos diz papai em uma fala do velho muquirana, e isso é uma pista para o leitor pesquisar um pouco.

“Harpagão, O Velho Avarento” é o nome de uma peça de teatro, uma comédia de Moliére, famoso dramaturgo francês do século XVII. Apesar de ser muito rico e esconder dinheiro pela casa, ele submete a uma penúria extrema todos os que vivem com ele, até mesmo o seu próprio filho. A peça do autor francês pode inclusive ter servido de inspiração para “Um Conto de Natal”, livro de Charles Dickens que deu origem ao próprio Tio Patinhas.

Por falar em pistas, a história está cheia delas. O cão Mac Drog, uma droga de cachorro treinado para impedir que seu dono gaste dinheiro, é o primeiro mistério. De onde veio esse bicho? O comportamento do primo escocês, um tanto reticente em alguns momentos e com alguns atos falhos, fará o leitor atento ficar com a pulga atrás da orelha. Será que ele é realmente quem diz ser? E se não for, quem será ele?

Patinhas cachorradas

Depois de feitas as “apresentações”, papai começa a brincar de gato e rato com o leitor, plantando algumas pistas falsas no meio da trama. No momento em que a Maga Patalójika aparece, preparando uma super poção para arrombar cofres, o leitor acha que matou a charada. Afinal, as bruxas também chamam o Patinhas de “pato” (sinônimo de bobo), e a Maga é uma notória mestra em disfarces. Não seria a primeira vez que ela mudaria de aparência para melhor se aproximar do Patinhas e da Moedinha Número Um.

Patinhas cachorradas1

Quando a Maga é expulsa pelo cão de guarda e os Irmãos Metralha entram em cena, somente para serem rechaçados eles também, o leitor provavelmente já estará meio tonto de tanto não entender nada. Quem é o vilão, afinal? Uma sequência de silhuetas na quinta página da história vai dando mais pistas. A primeira se parece um pouco com o Bruxinho Peralta, mas logo também esta confusão será desfeita.

Patinhas cachorradas234

No final, o Harpagão não é o Harpagão, mas o cão Mac Drog pertence na verdade ao verdadeiro Harpagão, e foi roubado pelo falso para servir a um elaborado plano de roubo (Entendeu? Não? Ótimo!). Estes três personagens (Harpagão, o cachorro e o ator ladrão Ígor) só aparecem nesta história e são, portanto, criações exclusivas de papai. A história é uma das primeiras escritas por ele para a Disney, e tem uma forte influência do estilo de Carl Barks.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a ler minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias.

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Monkix: http://www.monkix.com.br/serie-recordatorio/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-serie-recordatorio.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s