Uma Vez Patinhas… Sempre Patinhas

História do Tio Patinhas, de 1972.

Decididamente, as primeiras histórias de papai para o velho pato muquirana tinham uma forte influência de Carl Barks. Aqui o vemos em uma aventura nos Mares do Sul, às voltas com um rei nativo enganado por ele há muito tempo. O tal rei, aliás, ficou tão ofendido por ter sido passado para trás que transformou seu ódio pelo Patinhas na “religião oficial” de sua ilha.

Patinhas uma vez

Mas é claro que esta não é uma história do Barks, e papai não poderia deixar de imprimir a ela o seu próprio estilo e senso de humor. Sua marca registrada está presente nos nomes das ilhas e dos nativos, todos trocadilhos com nomes de comidas. Assim, temos as ilhas de Fiji-Oada (também uma brincadeira com o nome das Ilhas Fiji) e Maka-Ronada, e os nativos, que atendem por nomes como Goya-Bhada e Marmy-Ladha.

O guano, motivo de toda a discórdia entre o Patinhas e o Rei de Fiji-Oada, é um tipo de fertilizante produzido pela compostagem natural das fezes de morcegos e aves que se acumulam em certos pontos de algumas ilhas do Oceano Pacífico. Quadrinho também é cultura.

Patinhas uma vez1

E esta história também tem elementos de “ficção científica”: nela papai lança a ideia do “canudinho curvo” para refrescos. Hoje eles são uma realidade quase óbvia, pois temos canudos dotados de uma “sanfona” flexível que permite que eles sejam dobrados, mas em 1972 não havia nada do tipo. Eu me lembro dos canudinhos de refresco dos anos 1970, e eles eram retos, duros e quebradiços. Rachavam com qualquer pressão mais forte, se apertados ou dobrados entre os dentes ou dedos, perdendo completamente sua eficácia. Era comum ser preciso usar 2 ou 3 desses canudinhos para se conseguir tomar todo o conteúdo de uma garrafinha de refrigerante, o que poderia ser muito frustrante para uma criança sedenta.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias.

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Monkix: http://www.monkix.com.br/serie-recordatorio/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-serie-recordatorio.html

Anúncios

2 opiniões sobre “Uma Vez Patinhas… Sempre Patinhas

    • Oi! Obrigada por seu comentário! Eu comentei o que dava, dizer mais do que isso poderia ser spoiler. O Patinhas passou a perna no Rei da ilha em uma transação comercial que envolvia a exploração do guano da ilha, um valioso fertilizante. Por isso, o Rei mandou fazer um feitiço para levar o pato de volta à ilha, para que ele pudesse se vingar. Dá para ver isso nos quadrinhos que eu coloquei no comentário. Exatamente como eles foram parar lá nem é tão importante assim (qualquer motivo plausível é válido em quadrinhos), e contar exatamente como eles se livraram da encrenca é spoiler. Apesar da história ter mais de 40 anos de idade, não sou eu a detentora dos direitos autorais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s