A Aprendiz De Feiticeira

História das Bruxas, de 1977.

A Maga resolve colocar um anúncio no jornal semanal “O Terror Domingueiro”, de Bruxópolis, pedindo por uma empregada. A pergunta que se faz, várias vezes nesta história, é: para quê alguém precisaria de uma empregada, num lugar onde todo o trabalho doméstico se faz sozinho, por meio de magia?

Esse, aliás, é o feitiço que o Aprendiz de Feiticeiro tentou fazer no clássico filme “Fantasia”: o de colocar uma vassoura para fazer por ele o trabalho duro, com resultados desastrosos. Mas para bruxas experientes como a Maga e a Min isso é coisa corriqueira.

Mais uma vez, vemos que a Min consegue se transformar com facilidade em qualquer coisa, exceto pelo cabelo, que costuma ficar sempre da mesma cor.

Bruxas aprendiz

Para escrever esta história papai se baseou em antigas tradições mágicas do mundo real que dão conta do uso de “inocentes úteis”, em certos rituais de magia cabalística e hermética, especialmente o que diz respeito a tentativas de divinação (não confundir com adivinhação – a divinação consiste em usar alguma ferramenta mágica, como Tarô ou bola de cristal, para tentar receber mensagens de uma divindade; já a adivinhação é, na melhor das hipóteses, um truque de mágica de palco ou, na pior, mero “achismo”).

O “inocente útil” deveria ser um menino pequeno, o mais jovem possível, mas capaz de se comunicar com clareza, a quem era mostrado um espelho negro, ou bola de cristal, ou ainda uma vasilha escura cheia de água ou tinta preta. O mago, então, pedia à criança, a quem não se deveria explicar nada de magia, nem sobre o que era tudo aquilo, que descrevesse o que visse, se visse algo.

A lógica, aqui, é que uma criança pequena, pura e totalmente inocente de tudo não inventaria coisas, nem tentaria forjar informações em benefício próprio, ou de outras pessoas. Dizem que o astrólogo oficial da rainha Elizabeth I, John Dee, usava este método para tentar se comunicar com anjos.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s