Segura O Rojão!

História do Zé Carioca, de 1971.

Às vezes, em histórias em quadrinhos, só uma coisa pode ser pior do que não ter sucesso nos negócios: ter sucesso demais nos negócios.

Esta é a primeira história com temática junina que papai escreveu para o Zé, e já de saída ela apresenta algumas cenas que se tornariam constantes em histórias desse tipo: para começar, o Zé não foi exatamente convidado. Desta vez ele está ali para trabalhar mas, como sempre, acaba participando da festa e aproveitando para comer um bocado. Outro elemento comum é o “casamento na roça” que é tudo, menos de mentirinha, e do qual o nosso papagaio verde terá de escapar às pressas.

ZC rojao

Aqui temos também um exemplo de como as pessoas se viravam para conseguir informações antes da era da Internet: mapas, guias e almanaques eram muito populares, e (apesar de certas limitações) bastante úteis. Uma pessoa prevenida nunca saía de casa sem um exemplar do seu guia favorito.

ZC rojao1

O nome do “Coroné Fogaça”, criado especialmente para a ocasião e nunca mais usado por ninguém, apropriadamente lembra “fogo” e “fogueira”.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

***************

Tenho o prazer de anunciar um novo livro, que não é sobre quadrinhos, mas sim uma breve história do Rock and Roll. Chama-se “A História do Mundo Segundo o Rock and Roll”, e está à venda nos sites do Clube de Autores agBook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s