Uma Reportagem De Verdade

História do Peninha, de 1975.

O elemento central desta história é uma máquina fotográfica muito especial inventada pelo Professor Pardal. Mas para que a coisa toda tenha graça, é preciso que ela caia nas mãos do Peninha sem que ele saiba para quê ela realmente serve. Assim, a trama é distintamente dividida em duas fases bem diferentes: a primeira descreve o processo pelo qual o Peninha vai ficar de posse da máquina, e a segunda mostra o que ele vai acabar fazendo com ela.

E para aumentar a confusão, todas as situações são extremas. A balbúrdia começa com uma conveniente liquidação de inventos, tratada como as folclóricas e tumultuadas liquidações dos EUA, no estilo do que hoje é conhecido como “Black Friday”. Esse tipo de “frenesi de compras” não era conhecido no Brasil em 1975, e era visto por nós brasileiros somente nas páginas das histórias em quadrinhos. Mal sabíamos nós que essas “liquidações de histórias em quadrinhos” existiam de verdade.

A segunda situação extrema é a correria do Peninha para “encaixar” a reportagem que ele fez com o auxílio de sua máquina fotográfica nova na edição de hoje do jornal. Correria essa, aliás, bastante comum em qualquer redação de qualquer jornal naquela época.

Peninha reportagem

E é aí que está o pulo do gato pois, afinal, tendo sido inventada pelo Pardal, fica claro que esta não é uma máquina fotográfica comum. Ela é uma máquina de fotografar pensamentos. E isso pode ser um grande problema, especialmente quando as pessoas, por motivos diplomáticos ou de negócios, não dizem o que estão pensando.

Peninha reportagem1  Peninha reportagem2

Além disso, esta é uma dica de como a imprensa em geral manipula a imagem das pessoas, fazendo-as parecer o que convém aos “donos” da informação. Cuidado, crianças: nem tudo o que aparece nos jornais realmente é o que parece ser.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

***************

Tenho o prazer de anunciar um novo livro, que não é sobre quadrinhos, mas sim uma breve história do Rock and Roll. Chama-se “A História do Mundo Segundo o Rock and Roll”, e está à venda nos sites do Clube de Autores agBook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s