O Pequeno Grande Ladrão

História do Morcego Vermelho, de 1975.

Esta é mais uma daquelas histórias onde nada é o que parece ser. O objetivo de papai aqui é confundir o leitor ao máximo para depois arrancar dele belas gargalhadas.

A inspiração para o nome da história vem de alusões que se costuma fazer a crianças ou a pessoas que são baixinhas: “fulana pode ser pequena, mas (já) é uma grande pessoa”.

Já o Pequeno ladrão e o Grande ladrão são inspirados naqueles espelhos de parques de diversão que distorcem a imagem da gente. Se bem que o herói (e o leitor) não vai ter certeza se são dois ou só um até o final da história.

A trama é caracterizada por repetidas reviravoltas, e até de calúnias o Morcego vai ser vítima.

MOV ladrao

Mas o ponto alto da história, em minha humilde opinião, é a participação especial da Bruxa Vanda, que aparece somente em dois quadrinhos e não tem mais nenhuma participação na trama, no que talvez seja uma das situações mais insólitas já inventadas nos quadrinhos. Afinal, espera-se tudo de uma bruxa de histórias em quadrinhos. Pelo menos, espera-se que ela esteja por trás da coisa toda, manipulando tudo por magia para algum propósito maligno. Hoje, decididamente, não é o caso.

MOV ladrao1

Essa cena é inspirada em uma antiga piada de espionagem que papai costumava contar: era uma vez um espião italiano que precisava fazer contato com outro espião por meio de uma senha especial, para manter segredo, porque ninguém podia saber de nada. Então ele foi até o endereço que ele achava que era do contato dele, bateu na porta, e quando a pessoa abriu, declamou: “i campi sono pieni di fiore” (os campos estão cheios de flores).

A princípio o cidadão não entende do que se trata, para desespero do espião, e após uma conversa que pode ser tão breve ou tão longa e atrapalhada quanto a pessoa que está contando a piada quiser, ele entende e diz: “Ah! Você está procurando pelo meu vizinho! (e gritando para a porta do apartamento ao lado) Josepe espione! Visita para você!”

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon

***************

Tenho o prazer de anunciar um novo livro, que não é sobre quadrinhos, mas sim uma breve história do Rock and Roll. Chama-se “A História do Mundo Segundo o Rock and Roll”, e está à venda nos sites do Clube de Autores agBook

Anúncios

Uma opinião sobre “O Pequeno Grande Ladrão

  1. Haha… genial!!! Antes de entrar na escola, com 5 anos aprendi a ler com revistas da Disney, Pato Donald, Zé Carioca, etc Logo, surgia a revista com a origem do Morcego Vermelho, instantaneamente meu personagem preferido e mais amado até hoje. Agradeço a arte de Ivan Saidenberg por essas décadas de alegria incansável, lendo e relendo com muito prazer suas crianções. Muito obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s