Os Homens Leopardos

História do Poderoso Tor, composta no início do ano de 1977 e publicada pela Editora Abril na revista Heróis da TV número 28, em setembro do mesmo ano.

Aqui papai brinca com todos os clichês das histórias em quadrinhos de super heróis: ver o herói (pelo menos temporariamente) dominado pelos bandidos não é incomum, mas colocar o herói frente a frente com sua identidade secreta já exige um pouco mais de criatividade. Desmascará-lo na frente de todos, então, é algo que só acontece quando há um impostor se passando pelo herói.

tor-leopardos

Ao que parece, e conhecendo papai, ele “emprestou” pelo menos o conceito dos vilões do livro “Tarzan e os Homens Leopardo”, de Edgar Rice Burroughs.

Em todo caso, na trama de papai tudo não passa de um plano bem elaborado por um bando de ladrões, mas que será devidamente frustrado no final. Mas engraçado, mesmo, é o modo como ninguém na aldeia nunca desconfia de que Eros e Tor sejam a mesma pessoa, apesar de eles nunca estarem no mesmo lugar ao mesmo tempo.

tor-leopardos1

Ou são muito bobos, ou simplesmente fingem que não desconfiam por lealdade ao herói. Especialmente neste caso em que (ao contrário de personagens como o Zorro, que até pode ser considerado um bandido por alguns por motivos políticos), todos na aldeia respeitam e admiram o herói sem reservas.

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Os Homens Leopardos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.