O Técnico Que Veio De Longe

História do Zé Carioca, de 1985.

Diferentemente da história homônima de 1979, já comentada aqui, desta vez o “técnico que veio de longe” não é o Zé. Também não estão envolvidos países distantes com costumes estranhos. O que temos hoje é um pássaro bicudo que vem bater na porta do clube lá mesmo no Rio e “chega chegando”, buscando impressionar a todos com seus diplomas e Curriculum Vitae.

Como o Xurupita não ganha um jogo há cinco anos, e também como todo fã de futebol pode atestar, a tentação de trocar de técnico na base do desespero será grande.

Mas a tese, aqui, é baseada em um velho ditado: “amadores construíram a Arca de Noé, enquanto profissionais construíram o Titanic”. Quer dizer, nem sempre um diploma cheio de carimbos e selos ou um CV cheio de títulos evita uma falha humana ou é garantia de talento. Junte-se a isso o fato de que esses documentos podem ser facilmente, digamos, “enfeitados” com informações cuidadosamente manipuladas para parecerem mais do que são, e a receita para a confusão está completa.

zc-tecnico

A experiência da demissão será bastante sofrida para o Zé, que se sentirá positivamente humilhado, mas no final, quando o seu time querido estiver em apuros, seu coração “vilaxurupitano” falará mais alto e ele esquecerá qualquer ressentimento para ajudar a equipe a sair da enrascada.

Afinal, ninguém é melhor para liderar um time de futebol (ou qualquer outro projeto ou empreendimento, aliás) do que alguém que realmente ama o clube e o que faz. Esse é certamente o caso do Zé, mas pode não ser o do bicudo pretensioso que diz ter “bola” até no nome.

Uma série de detalhes torna a história tão interessante quanto engraçada, a começar pelo nome de um time de futebol fictício, o “Flumengo”, mistura quase alquímica dos rivais Fluminense e Flamengo. O Acácio é finalmente “promovido” de figurante a personagem, e tem até uma fala. E na primeira página temos um cartaz no mínimo curioso ao lado da flâmula do time. Isso é que é esperança.

zc-tecnico1

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon

Anúncios

2 opiniões sobre “O Técnico Que Veio De Longe

  1. Vamos comparar duas histórias. Esta HQ foi escrita em 1981, três anos depois de “A Taça do Morro É Nossa”, e publicada também três anos depois daquela em que o time do Zé Carioca faturou o único troféu de sua história. Na ação desta “O Técnico que Veio de Longe”, o time não ganha uma partida há cinco anos. Lapso de memória do velho Said? Não, apenas um salto na cronologia. Que há de mais?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s