O Encrenqueiro E O Encrencado

História do Zé Carioca, de 1980.

O antagonista do Zé nesta história, chamado simplesmente de “Encrenqueiro”, é mais um dos adotados de papai. Ele foi criado no ano anterior por um autor ainda não identificado, e sua principal característica é ter jurado que nunca venderia nada (especialmente fiado) para o papagaio malandro.

Assim, a história gira em torno das diferentes tentativas do Zé, sempre sob disfarce e de acordo com os palpites do Nestor, de tentar comprar alguma coisa na venda do Encrenqueiro. Obviamente, não vai dar certo.

Interessante é o preço do quilo do arroz, em um dos quadrinhos: trinta e cinco (!) – 35 – Cruzeiros! (A inflação não era brincadeira, naqueles tempos.) Já o disfarce do Zé é tão manjado que lembra algo que os Irmãos Metralha usariam.

zc-encrencado

Um outro disfarce é mais elaborado, mas também não será bem sucedido, especialmente porque o disfarçado comete o erro de pedir fiado, coisa que o Encrenqueiro não permite. A lista de mantimentos que o disfarçado pede é sugestiva:

zc-encrencado1

Um terceiro e último disfarce mais bem bolado ainda dará mais certo, por algum tempo, mas levará ao desastre final para o nosso caloteiro, que ficará realmente encrencado.

***************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s