A Descoberta Do Garcia

História do Zorro, escrita em 1972 e publicada em 1975.

Esta é a última história de papai para este personagem que eu tenho aqui na coleção. Em compensação, acho que já comentei quase todas as outras. As histórias dele para o Zorro foram publicadas de 1973 a 1976. Curiosamente, esta foi a primeira de todas a ser escrita, mas foi a penúltima a ser publicada.

E ele já começou “causando” (e talvez seja por isso mesmo que ela ficou na gaveta por tanto tempo): uma das características do Sargento Garcia é que ele convive com o Dom Diego o tempo todo, e nunca desconfia de que está na verdade servindo de informante do próprio herói mascarado.

Que ele é um pouco lento de pensamento, todo mundo sabe. Talvez ele até mesmo seja um pouco burro, como o Capitão Monastério vive dizendo. Mas na verdade ninguém é assim tão idiota que não consiga desconfiar do óbvio de vez em quando. Será mesmo que o Garcia é realmente assim tão tapado?

E afinal, quem é mais burro? O Sargento, com seu QI limitado, ou o Comandante, do alto de sua prepotência e abuso de poder?

Já o Zorro hoje será tomado por um sentimento misto de pena pelo sargento boboca e de arrogância ou superioridade em relação aos soldados de Los Angeles que, aliado a um excesso de autoconfiança, quase será a sua ruína logo de saída.

No futuro ele aprenderá a ser mais cuidadoso. Já a solução encontrada pelo Dom Diego para afastar de si as suspeitas só funciona, mesmo, em histórias em quadrinhos. Mas, como é justamente disso que se trata, está valendo.

**************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon 

Visitem também o Sebo Saidenberg, na Amazon. Estou me desfazendo de alguns livros bastante interessantes.

Anúncios

Uma opinião sobre “A Descoberta Do Garcia

  1. Zorro é uma criação pra satirizar (bem caricato) o poder espanhol e louvar a anexação da Califórnia por Estados-Unidos
    Claro que essa lavagem cerebral nunca funcionou, pois quem se delicia com essas estórias não mistura realidade com ficção
    Assim, mesmo que queiramos torcer pelos índios nos faroestes, isso não acontece

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s