O Rei Dos Disfarces

História do Zé Carioca, de 1982.

Diz o ditado que “na guerra e no amor vale tudo”.  Essa frase parece ser a máxima do Zé na hora de enfrentar a ANACOZECA (Associação Nacional dos Cobradores do Zé Carioca) já que, na hora de fugir dos cobradores, nosso amigo sempre usa toda a sua criatividade.

E hoje ele vai se superar, com disfarces perfeitos que vão enganar aos quatro anacozecos direitinho. Mas o interessante é que o Nestor reconhece o amigo em qualquer situação, até mesmo muito bem disfarçado. É como diz aquele outro velho ditado: “é possível enganar parte das pessoas parte do tempo, mas não todas as pessoas o tempo todo”.

O Zé se disfarça de bruxo, e até de Nestor, e os anacozecos caem na armação todas as vezes, mas o golpe de mestre papai deixa para o leitor atento perceber. Ele tinha por regra nunca subestimar a inteligência do leitor, muito pelo contrário:

Por fim, é claro, o Zé vai ser finalmente desmascarado e cobrado. Mas isso não quer dizer que o Zé vá se dar assim tão mal, nem que os anacozecos vão se dar assim tão bem: nem a derrota do papagaio verde, e nem a vitória dos tucanos cobradores durará muito tempo.

**************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon 

Visitem também o Sebo Saidenberg, na Amazon. Estou me desfazendo de alguns livros bastante interessantes.

Anúncios