O Último Dos Moipenas

História do Pena Kid, de 1984.

Nove anos após a clássica “O Vale dos Desaparecidos” papai volta ao primo Pena Sumida nesta nova fase do Vingador do Oeste para uma espécie de continuação da história anterior e desenvolvimento do personagem, contando um pouco mais sobre sua origem.

Da primeira para esta, por “gentil imposição” do editor, foi-se o Peninha Desenhista, foi-se a redação do Jornal, e foi-se o Tio Patinhas com sua rabugice. O Alazão de Pau agora é um cavalo de verdade, de nome Torniquete em uma paródia do Tornado, o cavalo do Zorro.

Mas mesmo assim, como se vê no quadrinho acima, (além de situar melhor o leitor e explicar de onde vem esse personagem) papai ainda consegue fazer com que o Peninha fique “subentendido” como o criador de mais esta história. Podemos não estar vendo o desenhista/argumentista em seu processo de criação, mas instintivamente sabemos que ele está lá.

O título da história é uma brincadeira com o livro “The Last of the Mohicans”, de 1826. Mais tarde, em 1992, um filme também foi feito sobre o tema.

Ele brinca também com a percepção do leitor a respeito de certas palavras e expressões. Assim, o significado que ele dá ao “último” dos Moipenas está mais para “o mais patético”, ou o “menos importante”, do que outra coisa.

A expressão “Ano da Graça“, que vemos no primeiro quadrinho, não se refere, é claro, a algo engraçado (apesar da interpretação do Pena Sumida – agora sob seu novo nome de “Quá-Quá”), mas sim à “Graça”, ou seja, a bênção, o milagre, do nascimento de Jesus Cristo. Ou seja, é uma maneira diferente de dizer que esta história se passa na Era Cristã (como todas as histórias do Velho Oeste, por sinal).

Por fim, “mil oitocentos e lá vai flechada” está para “índios” do mesmo modo que “mil oitocentos e lá vai pedrada” é uma tentativa de expressar a ideia de que uma época é tão antiga que pode ser comparada à Idade da Pedra.

**************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura 

A História dos Quadrinhos no Brasil, e-book de autoria de papai, pode ser encontrado na Amazon 

Visitem também o Sebo Saidenberg, na Amazon. Estou me desfazendo de alguns livros bastante interessantes.