Um Bolo Na Festa

História das bruxas, de 1979.

Em gíria, a expressão “deu bolo” significa que algo deu errado, falhou de alguma maneira, ou se transformou em uma grande confusão. No caso desta história, estaremos lidando com todas essas definições ao mesmo tempo.

É época de festa novamente em Bruxópolis, e bruxos do mundo inteiro estão se reunindo para participar de corridas de vassouras voadoras, concursos de bruxedos, e demais atividades afins. Algumas bruxas gostam da brincadeira, mas outras (como a Maga e a Min) ficam perfeitamente entediadas com isso tudo.

Pensando nisso, o Bruxomestre, que é o organizador da coisa toda, resolve inovar com um concurso de bolos à moda mortal, ou seja, feitos sem usar magia. Para quem está acostumada a ter todo o serviço de casa feito com a ajuda de bruxaria, isso será realmente um desafio, o que só vai aumentar a confusão, é claro.

Bruxas bolo

Na verdade existe na bruxaria da vida real, e especialmente na religião Wicca, uma modalidade de “magia na cozinha“, que tem toda uma abordagem bastante peculiar aos quatro elementos clássicos e às propriedades sobrenaturais de ervas, temperos e demais ingredientes.

Bruxas bolo1

Voltando à história, ela acaba sendo uma mistura de comédia pastelão, com bruxas caindo de cara nos bolos o tempo todo, com um festival de tombos e encontrões, especialmente com a Maga e a Min sendo atropeladas pelo Bruxinho Peralta e sua vassoura a jato pelo menos uma vez em quase todas as páginas. Há também um elemento das antigas brincadeiras de casinha das crianças de outrora, mas se eu disser o que é, vou estar dando spoiler…

****************

Já leste o meu livro? Quem ainda não leu está convidado a conhecer minha biografia de papai, à sua espera nas melhores livrarias: Marsupial – Comix – Cultura – Monkix 

***************

Tenho o prazer de anunciar um novo livro, que não é sobre quadrinhos, mas sim uma breve história do Rock and Roll. Chama-se “A História do Mundo Segundo o Rock and Roll”, e está à venda nos sites do Clube de Autores agBook

Anúncios

Tortas E Pastelões

História do Peninha, de 1974.

Eu já comparei, em postagens anteriores neste blog, certas histórias de papai a receitas culinárias: basta combinar as características já conhecidas dos vários personagens da maneira correta, temperar com um pouco de humor, mistério ou drama, dar uma agitada e voilà! Temos uma história em quadrinhos.

E ele também tinha plena consciência dessa analogia, e aqui não é diferente. Pense bem, leitor: se misturarmos o Peninha, o Ronrom, uma torta de peixe e um concurso de culinária, o que teremos? Uma comédia pastelão, é claro!

O concurso é concorridíssimo, e todo mundo que cozinha, ou acha que cozinha em Patópolis está concorrendo. A Vovó Donalda com sua famosa torta de maçãs, o Donald com uma torta gigante, e até o Tio Patinhas, com uma torta econômica que não leva ovos, nem leite, nem recheios caros. Cada personagem tem uma torta ao seu estilo, e que combina com a sua personalidade predefinida.

Como mais uma pitadinha de humor, os cacófatos e trocadilhos abundam nos nomes dos jurados, bem ao estilo de papai.

Peninha tortas

Piadas recorrentes, como as várias cenas nas quais o gato é escorraçado de perto da torta do Peninha também são salpicadas aqui e ali como se fossem sal ou até algo mais fino, como lascas de trufas negras. Por fim, a ideia fixa do Ronrom por peixes vai eliminar qualquer possibilidade de que esta história não termine em confusão.

Peninha tortas1

O leitor atento já deve ter adivinhado como esta história termina, afinal, não se pode colocar uma torta salgada para assar e esperar retirar do forno um bolo doce, mas até aí isso é o de menos, e a própria previsibilidade faz parte da graça.

****************

Minha biografia de papai “saiu do forno” recentemente e está à espera de vocês nas melhores livrarias, sonhando em ser vendida tão facilmente quanto biscoitos fresquinhos. E faltam só dois dias para a tarde de autógrafos na Livraria Monkix em São paulo no próximo sábado, dia 27 de junho:

Marsupial: http://www.lojamarsupial.com.br/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava

Comix: http://www.comix.com.br/product_info.php?products_id=23238

Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/ivan-saidenberg-o-homem-que-rabiscava-15071096

Amazon:http://www.amazon.com.br/Ivan-Saidenberg-Homem-que-Rabiscava/dp/8566293193/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1427639177&sr=1-1